quarta-feira, 21 de agosto de 2013

UMA ANÁLISE DO EPISÓDIO 5X10 DE BREAKING BAD, POR Diego J.




Aqui é o seu amigão da vizinhana, eu mesmo, Diego J, com mais um post absolutely Fabolous! Sim meus amigos, eu vi o primeiro episódio de Breaking Bad. E todo mundo sabe que essa série é como uma droga... rerer Ou você nunca provou ou você fica viciado. Pois bem, depois de acompanhar todas as temporadas, decidi escrever uma análise do último episódio, 5x10: "Buried" Vou descrever minhas impressões a respeito de cada uma das cenas, analisando principalmente do ponto de vista do roteiro. (do MEU ponto de vista). Será um estudo principalmente interessante para quem já viu todos os episódios e estuda roteiro, e que assim como eu gosta de analisar os roteiros das coisas que lê, assiste, etc. Esperando é claro algum dia conseguir escrever algo de bom. No meu caso estaria feliz de conseguir escrever metade do que o pessoal desta série escreve... É bom demais, sério mesmo.


TOTAL SPOILER ALERT- Só continue se já viu até o episódio 5x10!




Anteriormente: 

Sabemos que quando a série deu aquela pausa, a última cena do último episódio foi justamente Hank no banheiro tendo a grande revelação, de que Walt poderia ser o temido e lendário Heisenberg. Achei perfeito o fato de ele ter tido essa revelação no banheiro. Achei bem realista, já que realmente ideias aparecem quando você está no banheiro sem pensar em nada. Pelo menos comigo, com vocês não? Deve ter alguma coisa a ver com esvaziar a mente, ócio criativo, etc.

Logo no episódio seguinte (contrariando oque eu esperava) Hank confronta Walt e o faz "confessar" tudo. Ele deixa-o ir, porque ainda não tem as provas necessárias para prendê-lo. Como acontece muitas vezes de forma genial na série, somos surpreendidos pelas "camadas" dos persoagens sendo removidas em momentos importantes. No último momento em que Hank confronta Walt, depois de esmurrá-lo na cara, acusá-lo e chamá-lo de mostro sonovabitch, Hank diz de forma muito sincera que não sabe quem ele é, quase como se estivesse falando com um irmão. Existe um conflito interno nele muito interessante, ele quase exita.  O que nos lembra que por trás de tudo ele realmente gostava de Walt, e está sendo difícil pra ele tudo isso.




Na primeira cena do episódio somos levados a Jesse logo depois que ele começa a jogar o dinheiro fora. Nesse ponto ele está completamente destruído por dentro. As mortes, todas as coisas ruins que aconteceram pesando sobre ele. Ele passou boa parte da temporada tentando fugir e esquecer de coisas aconteceram. Ele descobre da pior maneira que dinheiro não traz felicidade (Isso também acontecerá com Walt em algum ponto?). Jesse é essencialmente uma pessoa boa, porque se sente culpado pelas mortes de inocentes em que esteve envolvido, até o ponto de virada alguns episódios atrás, em que ele recusa até mesmo o dinheiro que era a sua parte na negociação, só pra poder sair e ter um pouco de paz. Ele está sem rumo, e ele ainda é uma "ponta solta" no esquema de Walt, ele ainda pode leva-lo a cadeia e por tudo a perder.

Depois que Walt perde a corrida pra ver quem falará com Skyler primeiro, vem a cena em que Hank
conversa com Skyler sobre tudo que descobriu. Essa cena é super interessante. É como um jogo de poker! Quase que completamente imprevisível o que acontecerá. Basicamente no começo achei realmente que Hank estava tentando ajudar Skyler honestamente, talvez naquele ponto ele não soubesse ainda até onde ela estivesse metida na sujeira, e quem sabe já ai, seu objetivo fosse descobrir isso. Durante toda a série Hank foi descrito como um bom detetive, fugindo do esterótipo do "policial idiota" que acontece tantas vezes em filmes que tem criminosos como protagonistas. Ele sabe o que está fazendo, o que faz com que tenhamos empatia por ele como personagem. Skyler nesse momento tem como principal preocupação salvar sua própria pele. Ela sabe que se falar, implicará não apenas Walt, mas a si mesma. Ela está se tornando rapidamente e contra tudo que se esperava dela, cada vez mais como Walt. Ela surta e foge, e talvez com isso Hank tenha ficado com duvidas a respeito dela.

Uma das melhores coisas que essa série tem é a brincadeira com as coisas que as pessoas dizem que querem em contradição com as suas verdadeiras e pessoais motivações. Aconteceu com praticamente todos os personagens, e nessa cena fica claro, que por mais que Hank diga que faz isso por Marie, pelas crianças, etc... Sua verdadeira motivação é pegar Walt, porque ele foi desafiado por ele. Aquela coisa de caras medindo o tamanho do pau, você sabe como é.

Cena muito engraçada com os ajudantes de Saul indo pegar o dinheiro... Mas tem uma coisa que precisa ser explicada... É obvio que passaria pela cabeça desses vagabundos de terceira roubar a montanha de dinheiro, não? A fama de Heisenberg, que assassinou o ex chefão do tráfico e mais uma dezena de testemunhas, faz eles mudarem de ideia.




Outra cena engraçada, porque todas as cenas com Saul são engraçadas. Walt se chateia com Saul porque este sugeriu matar Hank, ou mandá-lo numa viagem para  "Belize". Fiquei um pouco impressionado positivamente, achei que ele tentaria realmente matar Hank. Mas ele ainda se prende a auto- enganação de "família" que tem estado com ele desde o começo. Desde o começo, ele dizia que era tudo pela família, lembram? 



Walt vai pro meio do deserto enterrar o dinheiro. Massa.
A seguir, a melhor cena do episódio. Essa cena e todo esse episódio aliás, é cheio de conexões que vão se fechando na sua cabeça de coisas que aconteceram antes. É o momento de "recompensar" o expectador pelas horas que passou vendo onde essa coisa toda ia dar. Sabe aquilo que lost não fez? Pois é, isso.



Essa cena é muto boa por vários motivos. O primeiro coisa que me veio a cabeça é que Skyler está
passando pela mesma situação que Walt passou com ela antes. Mentir e ser desmascarado. Só que ela passou de "desmascaradora" para desmascarada", rere. Agora possivelmente ela sabe como ele se sente, ela foi contaminada pelas mentiras dele, até que passou a contar mentiras pra apoiar as outras mentiras. Ela passou pelos dois lados da situação. Perceberam o que aconteceu logo depois da conversa? Marie tenta levar embora a bebê, dizendo que queria protegê-la, exatamente como a própria Skyler queria fazer antes. Ela queria levar os filhos para longe de Walt para protegê-los. Isso é F#*ING genial. Segunda melhor coisa dessa cena: Isso tudo pode ter sido uma estratégia de Hank pra comprovar de que lado Skyler estava. Se ele tinha dúvidas, agora elas foram sanadas. Ele sabe que ela está macomunada e sem volta. Quando Marie fala "you have to get him" no final isso é como a sentença de separação definitiva da família.

Walt cai no chão do banheiro, provavelmente devido ao cãncer está voltando, como é mencionado. Essa cena me fez pensar que poucas coisas unem pessoas tanto quanto identificação. Skyler agora se identifica com Walt e o entende, já que ela passou por quase a mesma coisa. Nessa cena basicamente somos levados a confirmação de que ela está do lado dele. (até porque não há muita opção pra ela). Ou os dois caem juntos ou se safam juntos. (pelo menos até aqui) Não ficou claro até que ponto a opção de fazer um acordo e diminuir a pena seria interessante pra ela. Quem sabe ela mesma não tivesse se tocado da opção. E sutilmente novamente somos levados a: Dinheiro não traz felicidade. Skyler diz que "não lembra a ultima vez que foi feliz", ao que eu respondi mentalmente: Primeiro episódio da primeira temporada.



Cena de Lydia tomando o ponto de fabricação de drogas dos traficantes. Não sei bem que consequências essa cena terá. (os assassinatos começam a ser investigados e isso complica a situação de Walt? Lembre que esses são os mesmos caras que ajudaram a matar as testemunhas na cadeia. Tentarão obrigá-lo a voltar a produzir?) Achei Lydia um pouco fora do personagem, já que ela era descrita como uma personagem medrosa, de repente cria bolas pra mandar matar toda uma gangue de traficantes. Mas nada que atrapalhe muito.

Próximo do fim do episódio, descobrimos que não vai ser tão fácil assim para Hank fazer Walt pagar por seus crimes, pelo menos não dentro da lei. Seu orgulho o impede de ir ao DP e dizer que o criminoso estava bem embaixo de seu nariz o tempo todo, mas ao mesmo tempo se não falar, poderá ser preso, porque podem saber que ele já sabia, e não disse a eles, já que já havia confrontado Walt. Se estão lembrados, no episódio anterior, Hank havia instalado um rastreador no carro de Walt, pra justamente conseguir a prova de que precisava. Quanto a Skyler, Hank aparentemente mente pra Marie (?) que ainda pensa em poder ajudá-la, mas eu acho que a essa altura ele sabe que ela está envolvida.

O interessante disso é agora Hank está na beira da mesma situação, de ter que mentir pra todos a sua volta... E já começa do fim deste episódio. Ele tem que mentir pra os outros policiais sobre a coisa toda, pra esconder que ele sabe sobre Walt, até o momento de conseguir provas! E essa é a importância daquela cena aparentemente sem importância onde ele mente pra os policiais, pra conseguir falar com Jesse... Acho que o que quer dizer é que todo mundo mente, quando acha que precisa, como dizia o House. E se ele não conseguir as provas? Ele está mentindo pra policiais, isso pode ser usado contra ele no futuro? Pode ser uma brecha pra salvar Walt?



Jesse vai dar a Hank a prova que ele precisa?
Walt é claro, mentiu pra Jesse sobre outras coisas... Ele daria a prova se soubesse do que Walt realmente fez?

Isso só saberemos nos próximos episódios...
DJ 



Nenhum comentário:

Postar um comentário