terça-feira, 26 de julho de 2016



MEU REVIEW DE CAÇAFANTASMAS (Spoilers)






Primeiro que tudo, Os caça-fantasmas na minha infância eram MUITO importantes. Pra mim era no mesmo nível do Indiana Jones ou do Star Wars. Eu AMAVA aquele negócio. Eu construía mochila de prótons com caixas de papelão e armadilhas com caixas de sapatos. Eu queria ser o Bill Murray e muitas vezes o imitava conscientemente na vida real.
Ai veio o remake feminino e as polêmicas, como fã do original, eu preferia que o filme fosse uma continuação, com os velhos heróis treinando uma nova geração (que lógico poderia incluir mulheres) em vez de um remake estilo "reboot".
Apesar disso eu me mantive confiante esperançoso no filme por um único motivo, eu havia gostado MUITO do filme "Missão madrinha de casamento" do Paul Feig. Dessa forma, basicamente com o mesmo diretor, e as mesmas duas atrizes principais, eu tinha esperança de que o Remake seria pelo menos engraçado.
Assistido o filme, sim ele é engraçado. Eu realmente ri em vários momentos e me fazer rir em filmes está cada vez mais difícil. Eu adoro esse tipo de comédia de diálogos improvisados que a Melissa McCarty e a Kristen Wiig fazem tão bem. (E são mesmo elas duas que seguram a coisa toda, a Loira as vezes é meio irritante e a Leslie Jones poderia ter tido mais oportunidades) O Chris Hemsworh na minha opinião também estava surpreendentemente engraçado. Pra um filme de comédia isso deve ser o mais importante não é?
Outra coisa que eu gostei foi a parte técnica no que diz respeito a construção dos equipamentos do filme e a conversa pseudo- científica. Inicialmente tinha me incomodado um pouco os designs das mochilas, mas no filme em acho que funcionou. Estava especialmente preocupado com o efeito especial do raio de prótons estava curiosos em com eles iam fazer isso já que era uma das coisas que eu mais gostava na minha infância. Gostei do resultado, eles foram bem respeitosos ao original nesse ponto, não inventaram muito, até o feito sonoro estava quase igual.

Adorei como eles criaram novas dinâmicas na parte de pegar os fantasmas em si. Acho que eles tomaram algumas ideias do jogo dos caça-fantasmas. O jogo nem sempre seguia o esquema do filme onde o fantasma tem que ser preso e sugado para a armadilha. As vezes os fantasmas eram simplesmente incinerados pelo raio, e o raio tinha a função de carregar os fantasmas pra um determinado lugar.
Quanto ao design dos fantasmas eu não gostei nos trailers e continuei não gostando no filme. Ainda achei colorido demais, azul demais, e cartonizado demais em aguns momentos. Principalmente no fantasma da cena do show de rock. Aquele ali quase parece um fantasma do filme do scooby doo. Acho que no original o único fantasma cartonizado e engraçado era o geléia, e acho que els deveriam ter continuado assim. Claro que tinha o Sr. Stay Puft, mas ele não era bem um fantasma, era mais uma manifestação física. O fantasma que parece o Jack do "Estranho mundo de jack", por exemplo, ficou fora do design ideal pra mim. No caça-fantasmas original tinham momentos aterrorizantes com fantasmas feios mesmo, coisa de filme de terror.
Como acontece em muitos filmes de hoje em dia, o problema maior desse pra mim foi o vilão fraco. Embora aquele ator seja interessante, ele não tinha nenhum tipo de background fantasmagórico que o desse um pouco mais de força. Era só um cara qe sofreu bullyng basicamente.
Vi algumas opiniões que criticaram o filme por ser muito parecido com o original. Isso não me incomodou muito. Mas incomodou o fato de o final ter parecido algo meio burocrático, algo que tinha que acontecer, simplesmente. E também muito rápido. Se não fosse aquela cena da Melissa salvando a Kristem do buraco teria sido muito vazio. E se a parte da destruição do monstro tivesse sido melhor, teria deixado a parte do resgate do portal melhor também.

Resumindo, acho que a primeira metade, a preparação do grupo, construção dos equipamentos, etc foi bem melhor que o desfecho e a resolução do problema. O desfecho ficou meio imprensado e compacto.
DJ