segunda-feira, 18 de abril de 2011

O Rato do Prédio


         

        E ai pessoal! Voltando a série de Pin-Ups de quadrinhos de amigos, aqui está minha versão do Rato do Prédio, de Alexandre Vidal, mais conhecido como Falex. O Rato do prédio é um dos personagens mais importantes de se citar em se falando de quadrinhos cearenses. Sendo produzido já a bastante tempo pelo Alexandre. Falex fez parte de uma das primeiras e mais produtivas turmas da oficina de quadrinhos da UFC. Geração que revelou muitos talentos que hoje ainda estão produzindo coisas boas. Quando eu mostrei minha cara feia por lá a primeira vez acho que ele já tinha feito umas 30 edições. Pessoalmente sempre fui fã do Falex pela sua personalidade artistica e nivel de produção em quadrinhos. O trabalho dele é muito pessoal e inconfundível, coisa que admiro e busco pra  mim.  Falex hoje em dia faz parte do coletivo de quadrinistas The comics Cafe,  e foi sob esse selo que recentemente  lançou ou relançou o Rato do prédio Número 01. A revista já está a venda no site.

     A história se passa em sketchtown, cidade dominada pelas grandes editoras de quadrinhos, que escravizam personagens, ou cartoons, como Falex descreve, para trabalharem em suas edições. Só que tais grandes editoras, não por coincidência completa, são grande empresas inescrupulosas que produzem apenas coisas bonitinhas com heróis salvando o dia e dando bons conselhos. Mais ou menos como oque fizerem com o Robocop no Robocop 2. Mas existe uma esperança, o Rato do prédio, que é o simbolo da revolta dos personagens contra o controle das editoras e suas fórmulas pré-estabelecidas. Seja com seus músculos avantajados ou com armas, o Rato não vai perdorar ninguém. A história tem uma crítica inteligente a indústria de quadrinhos, e seus cliches de super herói, que como todos sabemos, tem suas ideías do que vende, do que as pessoas querem e se prendem a isso com mais força doque um face-huger alien, não dando espaço a autores independentes. Essa história é velha e já vi muitos autores como Dave Sim ou Scott McLoud falarem sobre o assunto, dentro e fora de seus quadrinhos. Isso continua até os dias de hoje, embora tenha melhorado em alguns aspetos,  é sempre bom ver que a resistência continua. Estamos indo, cada um com seu personagem tentando passar por todos os obstáculos. Sorte do Falex que com o Rato, pode explodir todos logo de uma vez!

DJ.